segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Entrevista Porto e Norte de Portugal: Promoção interna e externa juntas numa entidade

"Em fase de estabilização e consolidação da sua estrutura organizacional e funcional, o Turismo do Porto e Norte de Portugal, defende que a promoção interna e externa da região deve estar sob a responsabilidade de uma mesma entidade, o que poderá acontecer a muito breve prazo. Melchior Moreira, presidente desta entidade, em entrevista à Ambitur, destaca o trabalho feito nestes primeiros meses de existência.


A Entidade Regional do Turismo do Porto e Norte de Portugal está a actuar no terreno com que prioridades?

A Turismo do Porto e Norte de Portugal, E.R. está em fase de estabilização e consolidação da sua estrutura organizacional e funcional.

Estamos a actuar no terreno no sentido de posicionar a nossa logomarca traduzindo uma identidade coerente e integrada assente na dinamização dos produtos estratégicos, especificamente, MI e City & Short Breaks; Touring Cultural & Paisagístico e Patrimónios; Saúde e Bem-Estar; Turismo de Natureza; Turismo Religioso; Gastronomia e Vinhos, sugerindo uma ancoragem numa lógica de produtos estratégicos, capaz de delinear o percurso a seguir de harmonia com o desiderato da política para o sector como alavanca da economia nacional.

Temos já, em pleno funcionamento, duas Delegações de Produto Estratégico, respectivamente, Turismo de Saúde e Bem-Estar (Chaves) e Turismo de Natureza (Bragança), que se traduzem em estruturas profissionalizadas e especializadas na implementação, desenvolvimento, consolidação e dinamização dos produtos que definem a vocação turística da região.

Registamos parcerias estratégicas com os Municípios que se têm traduzido em acções de promoção específicas já concretizadas com grande êxito.

De referir também a parceria estratégica com a Xunta da Galiza, que irá concretizar-se através do estabelecimento de protocolos de colaboração entre as duas regiões que contribuam para a afirmação do Norte enquanto destino de Saúde e Bem-Estar e que será operacionalizada através da partilha de know-how e canais de distribuição, da concretização de acções promocionais conjuntas e da exploração de economias de escala.

Destaque ainda para o conjunto de 13 sessões formativas/informativas sobre o novo Regime Jurídico dos Empreendimentos Turísticos e Sistemas de Apoio Financeiro para as Empresas do Turismo, que realizamos nos passados meses de Abril e Maio em estreita parceria com os Municípios do Porto e Norte de Portugal e que abrangeram cerca de 500 empresários.

Através destas sessões de esclarecimento aos empresários a TPNP,E.R. estreitou o relacionamento com o sector e com o trade, tendo para esse efeito constituído internamente um departamento designado por Gabinete de Apoio ao Investidor formado por um conjunto de profissionais qualificados na orientação ao investimento e licenciamento turístico, tendo já sido recepcionados inúmeros telefonemas através da Linha Azul 808 202 202 e pelo email: apoio.investidor@portoenorte.pt.

Neste quadro de desenvolvimento turístico, a TPNP-ER está determinada em aumentar a taxa de ocupação média anual, a estada media dos turistas na região, o revpar regional, o gasto médio turístico, qualificar os recursos humanos do turismo, contribuir para a criação de novos postos de trabalho e, por fim, melhorar as condições de vida das populações locais sem as quais não será possível o alcance deste objectivos estratégicos.

Em suma, as nossas prioridades passam, invariavelmente, por um profícuo diálogo com todos aqueles que têm responsabilidades acrescidas na consolidação da imagem turística deste território no sentido de partilharmos a responsabilidade e o orgulho de conquistarmos para esta região um lugar de destaque no âmbito dos Destinos Turísticos de Portugal. Responsabilidade assente em compromissos estratégicos cujos pilares são: Formação e Promoção / Excelência e Qualidade, como vectores fundamentais que estruturam a missão da nova Entidade Regional de Turismo. Este é, sem dúvida, o caminho que melhor nos conduzirá a atingir o desígnio que nos propusemos: elevar o Porto e Norte ao pódio dos três principais Destinos Turísticos de Portugal.


A ERT Porto e Norte de Portugal poderá albergar mais competências do que as da promoção turística da região ao nível nacional?

A promoção externa da região tem estado a cargo de uma Agência Regional de Promoção Turística. Defendemos que a promoção interna e externa da região do Porto e Norte de Portugal, E.R. deve estar sob a responsabilidade de uma mesma entidade, o que poderá acontecer a muito breve prazo.


Que competências adicionais gostava que vos fossem atribuídas?

Consideramos fundamental tornar exequível a partilha de competências com o Turismo de Portugal, nomeadamente, ao nível dos pareceres no domínio dos Empreendimentos Turísticos, bem como no acompanhamento e execução de projectos de investimento, apoiando tecnicamente os actores que operam no espaço regional.

De facto, quem está no terreno conhece melhor as potencialidades e os aspectos a corrigir. As ERT's devem estar dotadas de capacidade técnica e financeira para apoiarem efectivamente o processo de desenvolvimento do Sector.

Destaque, ainda, para os pareceres no âmbito dos processos da Declaração de Utilidade Turística (benefícios fiscais) não previstos na lei, mas cuja intervenção de uma estrutura como a ERT pode ajudar a uma decisão mais próxima no terreno.

Consideramos, ainda, fundamental, protocolar com a Associação Nacional de Municípios Portugueses. No domínio do planeamento torna-se fundamental apoiar a tomada de decisão nas diversas áreas de intervenção Municipal relacionadas, directa ou indirectamente, com o sector, enquadrando as acções na recuperação do património, em infra-estruturas e no espaço público.


A entidade regional de turismo Porto e Norte de Portugal tem conseguido congregar os vários interesses da região (interesses privados entre outros)?

Temos privilegiado uma profícua colaboração com os agentes privados e Municípios que se têm afirmado como parceiros privilegiados no âmbito das nossas acções.

Ambitur

Sem comentários: