sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Apoio a novelas chama turistas

A ficção da TVI tem sido pioneira na divulgação dos mais recônditos lugares, hábitos e tradições de Portugal, mas também dos países a que a História nos liga. Macau, Brasil ou Moçambique compõem a tela dos décors das novelas do canal de Queluz de Baixo.
Mas isso só é possível com o apoio das entidades locais e governamentais. "As novelas, toda a ficção e o cinema, sem o apoio das câmaras e dos governos não sobrevivem" reconhece André Cerqueira, director-geral da Plural. Seguindo esta lógica, a produtora da TVI prepara-se para estrear a nova novela de António Barreira, 'Meu Amor', cujas gravações vão decorrer na Zambujeira do Mar. Curiosamente, esta produção – que terá como protagonistas Alexandra Lencastre, Margarida Marinho e Rita Pereira – não terá apoio da autarquia de Odemira. "A Câmara deu apenas apoio logístico e refeições para os castings", confirma à Correio TV Marlene Coelho, da edilidade. "As gravações no Alentejo vão ser curtas, uma ou duas semanas, porque o grosso será em Lisboa", explica Cerqueira.
O mesmo não acontece em Arcos de Valdevez, onde é gravada parte substancial da novela 'Deixa que te Leve', protagonizada por Mariana Monteiro e João Catarré, cuja autarquia tem sido incansável no apoio logístico desde o início das gravações. Francisco Rodrigues de Araújo, presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, revelou à Correio TV que o apoio efectivo corresponde ao "alojamento e alimentação da equipa de produção e do elenco". Em termos de investimento camarário, o edil faz uma estimativa na ordem dos "50 mil euros". Valor este que só não é mais elevado porque a equipa está alojada no hotel [com 37 quartos] da Escola Profissional do Alto Lima. As gravações decorrem no centro histórico desta vila do Alto Minho e também na Peneda-Gerês. A igreja e a mercearia são parte do cenário desta produção que descobriu pormenores que surpreenderam as gentes da terra. "Eu sigo esta novela e posso dizer que a produção mostra aspectos do rio Vez e do concelho a que não dávamos a importância merecida. A equipa da Plural valorizou muito algumas belezas naturais", disse Francisco de Araújo. O autarca regozijou-se ainda com o resultado. "Não esperava tanto retorno turístico. Desde que começaram as gravações que os visitantes que vêm ao fim-de-semana, sobretudo ao domingo, duplicaram. E há cada vez mais excursões".

Sem comentários: