quinta-feira, 23 de abril de 2009

Porto e Norte, ERT e Centro ERT assumem parceria estratégica

As Entidades Regionais de Turismo do Porto e Norte e de Turismo do Centro estabeleceram uma parceria estratégica para aproveitar e potenciar as sinergias das duas regiões que, em conjunto, abrangem uma área de 144 munícipios, ou seja, cerca de metade do território nacional. De acordo com as duas ERT's, este acordo tem como objectivo disponibilizar um serviço integrado de informação turística "à escala de grande região", assumem as ERT's.Nesse âmbito o conceito das lojas de turismo criado pela Turismo do Porto e Norte vai ser alargado à região Centro. As ERT's admitem ainda a possibilidade de "marcarem presença conjunta em espaços de promoção localizados no mercado interno e externo", além da realização de eventos e acções transversais às duas regiões.

Outras das possibilidades que esta parceria poderá implicar será a presença da marca Centro de Portugal no aeroporto Francisco Sá Carneiro e no terminal de cruzeiros de Leixões.

Publituris

Criação de Guia Turístico do Porto no Telemóvel

Em 2007 o Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) sugeriu, como acção para optimizar o serviço ao turista, a disponibilização de informação ao longo da visita através de portais de internet móvel.

Évora começou a dar os primeiros passos nesse sentido: "Através do Guia Turístico de Évora no Telemóvel o turista irá obter informações relativamente aos monumentos, museus e pontos de interesse da cidade, poderá realizar vários roteiros temáticos acedendo ao seu itinerário e aos conteúdos de cada uma das atracções, aos locais onde comer, onde ficar, às animações turística, nocturna e cultural, aos diferentes tipos de comércio, aos eventos e ainda a diversos serviços públicos que poderá encontrar em Évora., através da criação online de circuitos turísticos, e à potenciação do conteúdo turístico."

Esta iniciativa não só permite a potenciação do conteúdo turístico, como promove o aumento dos gastos dos turistas (via maiores estadias e maiores gastos diários). Com a vantagem de apresentar um custo relativamente reduzido, até porque pode gerar receitas próprias. Fica a sugestão para a Porto e Norte, ERT e para a CMPorto (e CMGaia, etc.).

www.applesmartphones.com

terça-feira, 21 de abril de 2009

Casino no Porto?

Eu digo não. Já temos problemas sociais que cheguem.

"Chegou a hora de acertar contas à mesa de jogo. Com juros. Contrariamente às anteriores propostas apresentadas ao Governo, que apenas apontavam para um aumento das deduções à contrapartida anual, o grupo Solverde decidiu desta vez aumentar a parada e exigir a abertura de um casino na cidade do Porto.

É a compensação que o grupo de Manuel Violas considera justa pelos prejuízos que o grupo tem sofrido desde há precisamente três anos, quando abriu o Casino de Lisboa, do grupo Estoril-Sol.

"No final do ano vamos lá mostrar que os números são uma realidade. Segundo os nossos estudos, temos razões de sobra e vamos demonstrar que temos razão", garantia Violas ao Negócios, no final de Novembro passado. Nessa altura, o presidente da Solverde revelava que a quebra das receitas nos seus casinos rondava os 7%. "Cada vez mais tenho menos dúvidas de que somos penalizados pelo Casino de Lisboa", rematava então o empresário.

Na exposição enviada ao ministro da Economia, a Solverde fixa precisamente em 7% a quebra de receitas sofrida nos últimos dois anos, que corresponde sensivelmente aos ganhos dos casinos Estoril, Póvoa e Lisboa, do grupo Estoril Sol. Uma avaliação que resulta de uma decisão do próprio Governo, que a certa altura do processo anuiu em compensar o grupo do Norte, "desde que se venha a demonstrar que a abertura de um novo casino em Lisboa afecta com gravidade o equilíbrio do contrato de concessão".

Conforme combinado com o Governo, essa avaliação seria efectuada após o fecho de contas de dois exercícios completos, no caso, 2007 e 2008. Eis então chegado o momento. Ainda na sua última exposição, a Solverde apresenta em defesa da sua exigência a sucessiva perda de quota de mercado ao longo deste tempo. No ano anterior à abertura da casa de jogo de Lisboa, o grupo de Violas detinha uma quota de 31,4%. Desde então que tem sido sempre a descer, para se fixar nos actuais 24,45%."

Jornal de Negócios

quarta-feira, 1 de abril de 2009

ACI entrega prémios no Porto

O ACI (Airports Council International) escolheu a cidade nortenha para ser palco da entrega de prémios ASQ (Airport Service Quality). O evento insere-se no "18th ACI Europe Airport Trading Conference & Exhibition", que se realiza entre 20 e 22 de Abril no Centro de Congressos da Alfândega.Já a entrega dos prémios (Gala Dinner) decorre a 21 de Abril no Palácio da Bolsa, contando com a presença do director geral da ACI, Oliver Jankovec, e de cerca de 450 delegados de diversos aeroportos, em representação de cerca de 40 países.

Esta é a primeira vez que o evento decorre na Europa. Em 2006 a cerimónia decorreu no Dubai e em 2007 em Shangai.

Este ano, o aeroporto do Porto vai ser premiado com o terceiro lugar na categoria de "Melhor Aeroporto Europeu" relativo a 2008. Em 2006 conquistou o terceiro lugar na categoria de "Melhor Aeroporto Europeu" e também terceiro lugar na de "Melhor Aeroporto Mundial para Aeroportos com Menos de 5 Milhões de Passageiros". Em 2007 foi considerado o "Melhor Aeroporto Europeu".

Publituris