sexta-feira, 31 de julho de 2009

Barco rabelo será estrela em França

O barco rabelo e o único estaleiro que ainda o constrói, em Gaia, estarão em destaque na cidade de Orleães em França, num festival de embarções fluviais. Há dois anos, a iniciativa juntou mais de 200 barcos e 500 mil pessoas.

A Socrenaval, empresa instalada há largas décadas junto ao cais de Gaia, foi a escolhida pelos organizadores para representar Portugal no Festival de Loire, que se realizará, entre os dias 23 e 27 de Setembro, em Orleães, cidade a cerca de 130 quilómetros de Paris. "Foi uma surpresa. No ano passado representantes da organização estiveram no estaleiro e manifestaram interesse na presença de um barco rabelo e do nosso estaleiro no festival", revelou António Sousa, sócio-gerente da empresa.

O barco será o das Caves Gran Cruz (empresa de capitais franceses), que será transportado por terra, e o estaleiro estará representado por três carpinteiros, que irão fazer uma espadela (leme do barco rabelo).

Dos diversos contactos estabelecidos pela organização, resultou, ainda, a assinatura de um protocolo entre as autarquias de Gaia e de Orleães e, por via dele, irá realizar-se uma mostra gastronómica . "Convidaram, igualmente, o Museu do Douro e a Região de Turismo do Porto.

Posteriormente, a empresa organizadora decidiu contactar outras câmaras e garantiu a presença de um moliceiro, da região de Aveiro, e de um barco do Tejo [do Seixal]", referiu António Sousa.
O Festival de Loire (que se realiza a cada dois anos) juntou, em 2007, mais de 200 barcos, numa frente de rio com cerca de 1,5 quilómetros, e atraiu cerca de meio milhão de visitantes.

Os barcos do festival vão oferecer um espectáculo permanente, com regatas, comboios de embarcações, transporte de animais e paradas, entre outras iniciativas.

Afirma a organização que a escolha de Portugal como país em destaque se ficou a dever aos "traços comuns entre a região de Loire e a história dos rios portugueses, nomeadamente o seu passado como eixos comerciais em especial com a ascensão do vinho do Porto e a classificação do Douro como património mundial da UNESCO [tal como o vale de Loire]".

A organização disponibiliza toda a informação no sítio http://www.festivaldeloire.com/.

Jornal de Notícias

Lucrar com o Turismo no Tua - Jack Soifer

Como Luísa Schmidt bem o diz, enquanto as barragens do Sabor e do Tua darão 0,3 e 0,5% da energia que usamos, a perda em turismo e bem-estar será imensa. Estes valores são fáceis de compensar com micro-geração e mini-hidréletricas, como em outros países. Mas estas obras não interessam ao lóbi das empreiteiras e assim são desprezadas. A França acaba de proibir a venda de lâmpadas tradicionais de 100 watts ou mais e até 2011 proibirá todas acima de 15W. Só no desperdício de energia ao produzir aço, cimento e contraplacado por cá, vão 12% do consumo normal.

O movimento Rede Norte, da sociedade civil de vários concelhos, liderado por José Ferraz Alves, abraçou esta luta pelo bom senso e real democracia. O desmando de Pinho na Economia e Energia e Mário Lino nas Obras Públicas levou o fiável Tribunal de Contas a condenar aditivos a contratos com concessionárias que lhes dão inusitadas vantagens, contra o interesse do cidadão.

Os escândalos arquivados e o abafado caso da senhora que queria depositar 50 mil milhões num balcão de Lisboa, vindos de paraísos fiscais, os OTAs, TGVs, BPPs, etc, farão o próximo governo voltar a ouvir o eleitor.

Sob pena de chegar a Lisboa a revolução que os jovens dos pobres subúrbios de Paris já começaram e que, como em 1968, ameaça alastrar-se para a Grécia, Itália e Inglaterra.

O Tua, o Douro e a beleza natural aliada a tenacidade e seriedade dos tripeiros criará ambiente para quem investir em turismo no Norte.

Se a linha do Tua fôr até Bragança e Sanábria, se o apoio às PMEs chegar a quem merece, se as Entidades Regionais de Turismo ouvirem os operadores estrangeiros, criaremos mais vinte mil empregos no interior Norte, em dois anos.

Acordo de cooperação alia Turismo e Museologia no Porto e Norte de Portugal

O Turismo do Porto e Norte de Portugal e a Fundação Museu do Douro assinam hoje, pelas 19h00, no Museu do Douro, um acordo de cooperação que pretende aliar o Turismo à Museologia e dinamizar o "Museu do Douro como uma mais-valia estratégica ao serviço do Turismo Cultural", informou o Turismo do Porto e Norte de Portugal em comunicado.

Além de estreitar o diálogo entre Turismo e Museologia e de dinamizar o Museu do Douro, o acordo de cooperação que as duas entidades vão hoje assinar pretende, como objectivo último, contribuir para a "divulgação e promoção turística do Porto e Norte de Portugal".

A cooperação entre as duas entidades será iniciada já amanhã, com a inauguração da exposição "O Universo de Rafael Bordalo Pinheiro: Da Caricatura à Cerâmica", que o Museu do Douro promove e que conta com o apoio do Turismo do Porto e Norte de Portugal.

"A Turismo do Porto e Norte de Portugal concretiza assim o objectivo de apoiar a divulgação, preservação e valorização do património cultural da região", afirma a entidade no mesmo documento.

Turisver

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Norte com 2100 milhões de euros de investimento

São oito os programas para execução na Região Norte, com 1382 projectos a realizar, num montante global de 2092 milhões de euros de investimento. É este o objectivo para o Norte do país (com excepção da Área Metropolitana do Porto) do programa PROVERE - Programa de Valorização Económica de Recursos Endógenos, que visa promover a competitividade territorial e que prevê um investimento global de 5,6 milhões de euros, para os 25 programas de acção definidos.
Nesta área, o programa de maior orçamento (875 milhões de euros) agrupa 646 projectos sob a designação "MinhoIn" e vai ser realizado pela Comunidade Intermunicipal do Minho-Lima. A intervenção compreende acções dirigidas à promoção dos produtos tradicionais, ao lançamento de novos negócios e de criação de infra-estruturas turísticas.

Alto Douro Vinhateiro, Paisagens Milenares do Douro Verde, Montemuro, Arada e Gralheira, Rota do Românico do Vale do Sousa, Complexo Termal do Alto Tâmega e a Terra Fria Transmontana, são os restantes projectos a desenvolver nesta região.

Jornal de Notícias

O Minho vai ter um bolo global de 875 milhões de euros para investir em 646 projectos, nos próximos três anos, prazo que poderá ser extensível por mais um. Este financiamento foi obtido pelo consórcio "MinhoIN", promovido pelas comunidades intermunicipais do Minho-Lima, do Cávado e do Ave, no âmbito do Programa de Valorização Económica dos Recursos Endógenos (PROVERE). Do orçamento total, cerca de 14 milhões de euros já estão garantidos e destinam-se a 10 projectos-âncora, centrados no turismo, onde se inclui o golfe, e directamente financiados pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional.

Diário do Minho

Ryanair alarga leque de rotas do Porto

O Aeroporto Sá Carneiro terá duas novas rotas exploradas pela low cost irlandesa. A partir de 26 de Outubro o Porto estará ligado à Gran Canária, com frequências à segunda-feira e quinta-feira, enquanto que a 28 de Outubro inicia-se a operação Tenerife, com voos à quarta-feira e domingo.
Publituris

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Norte acolhe comemorações do Dia Mundial do Turismo em Portugal

O Secretário de Estado do Turismo anunciou ontem que as comemorações do Dia Mundial do Turismo vão decorrer no Norte de Portugal. Dada a coincidência com as eleições legislativas, também a 27 de Setembro, as cerimónias deverão decorrer no dia 26.

“A decisão de realizar o Dia Mundial do Turismo está tomada, será no Porto e Norte de Portugal”, revelou ontem Bernardo Trindade, após a apresentação do relatório de sustentabilidade do Turismo de Portugal e da inauguração do novo centro de documentação da instituição.

Uma vez que no dia 27 irão decorrer eleições legislativas, a Secretaria de Estado está a articular com a entidade Regional de Turismo Porto e Norte de Portugal a possibilidade de as comemorações do Dia Mundial de Turismo em Portugal terem lugar na véspera, dia 26, sábado. Segundo o Secretário de Estado, “provavelmente faremos a sessão oficial no dia 26 de Setembro, aproveitar esse dia de reflexão eleitoral para chamar a atenção para as temáticas do Turismo”.

Turisver

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Associação de Hotelaria critica empresa municipal devido a concertos tardios junto a hotel de cinco estrelas

A Associação Portuguesa de Hotelaria, Restauração e Turismo (APHORT) criticou hoje a empresa municipal Porto Lazer por continuar a autorizar a realização de concertos que têm incomodado os hóspedes do hotel Infante Sagres, no Porto.

A realização de concertos na Praça Filipa de Lencastre tem motivado diversas queixas das pessoas alojadas naquele hotel de cinco estrelas, pelo que a associação e a unidade hoteleira temem que o turismo do Porto seja prejudicado.

"A animação da Baixa não pode ser feita a qualquer custo", reclama a APHORT, em comunicado enviado à Lusa. António Conde Pinto, presidente executivo da APHORT, defende que "há outros locais onde se poderiam fazer os concertos, sem prejuízo de ninguém" e refere que isso mesmo já foi sugerido à Porto Lazer. Outra das sugestões apresentadas, no contacto feito com a empresa municipal, foi a "antecipação do horário" dos concertos.

A Porto Lazer acolheu bem a sugestão e já tinha deixado essa indicação à organização do evento, no concerto realizado no passado fim-de-semana. Agora, o director da empresa, Ricardo Almeida, deixa a promessa de acabar com os concertos, caso o incumprimento dos horários se repita no sábado. "Depois do primeiro contacto, falámos com a organização, que são os bares daquela zona, para que os concertos não terminassem depois da meia-noite. O último prolongou-se por 30 ou 40 minutos e já chamámos a atenção de que tal não se pode repetir, caso contrário não serão permitidos mais concertos", disse à Lusa Ricardo Almeida.

Assim, para o concerto de sábado na Praça Filipa de Lencastre, a ordem é para que a música comece às 22:00 e que termine antes da meia-noite, ou "não existirá um quarto espectáculo", avisa Ricardo Almeida.

A APHORT não gostou de ver anunciado um novo concerto para este local e destaca que, embora compreenda "a importância destas iniciativas para a revitalização da Baixa", considera que "esta animação não deverá ser feita a qualquer custo, comprometendo a actividade económica" instalada naquela zona da cidade.

Procurando dar resposta aos pedidos que lhe têm chegado por parte de alguns dos seus associados e considerando que esta situação contribui para a transmissão de uma imagem negativa junto dos visitantes da cidade, a APHORT solicitou já à referida entidade a transferência dos referidos concertos para outro local.

Expresso

terça-feira, 21 de julho de 2009

Turismo com acesso facilitado ao QREN

A estratégia Turismo 2015 foi reconhecida como pólo de competitividade e tecnologia pelo COMPETE – Programa Operacional Factores de Competitividade. As empresas turísticas têm assim um acesso mais facilitado às verbas do Quadro de Referência Estratégico Nacional.

A estratégia “Turismo 2015” foi reconhecida através da assinatura de um contrato específico pelo presidente do Turismo de Portugal, Luís Patrão, e pelo gestor do COMPETE - Programa Operacional Factores de Competitividade, Nelson de Souza, numa sessão presidida pelo Ministro da Economia e da Inovação, Fernando Teixeira dos Santos.

Este pólo de competitividade e tecnologia permite alinhar todas as candidaturas de empresas do sector de acordo com a mesma estratégia global, facilitando não só o acesso, como também a obtenção de melhores condições de financiamento, ao criar condições para que as empresas do turismo possam concorrer apenas entre si, e não com empresas de outros sectores.

Em comunicado do Turismo de Portugal, declara-se que o Turismo 2015 permitirá “um maior ajustamento dos instrumentos de apoio financeiro às especificidades e prioridades estratégicas do sector, a par do alinhamento e articulação dos processos de candidatura a fundos comunitários, num contexto de condições preferenciais e majoradas de acesso ao financiamento”.

Seis projectos âncora para a estratégia de eficiência colectiva no Turismo vão ter apoio assegurado no QREN: o Centro de Investigação e Formação Avançada em Turismo (CIFAT) de Portimão, a Rede de Investigação e Desenvolvimento, através da qual se estimulará os sectores cientifico e empresarial a desenvolverem projectos de investigação conjuntos com aplicação no sector, e o Registo Nacional de Turismo, bilhete de identidade das empresas, preenchido pelas próprias, e que permitirá a todo o momento uma radiografia do sector.

Outros projectos com financiamento do QREN serão o Sistema de Qualidade, que estabelecerá normas de qualidade para os serviços com base nas melhores práticas internacionais, a Certificação da Formação, designadamente o reconhecimento dos cursos das Escolas do Turismo de Portugal pela Universidade de Lausanne (considerada a melhor do Mundo), e a Campanha Internacional do Turismo.

Turisver

Ryanair anuncia rota Porto - Lille

A companhia low cost irlandesa, após anunciar que terá uma base de operações no Aeroporto Sá Carneiro, prepara-se para ligar o Porto a Lille, a partir de 3 de Setembro. Os voos partem da cidade invicta às 11 horas (à terça-feira, quinta-feira e sábado), enquanto o voo de regresso parte às 14:45 da cidade francesa.

Publituris

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Turismo do Porto e Norte fecha parceria com Galiza para alavancar Wellness

O Turismo do Porto e Norte de Portugal fechou uma parceria com a Junta da Galiza para a afirmar a região como destino de Saúde e Bem-Estar, "rentabilizando o facto de ter a maior concentração de águas minerais naturais do país", revela o TPNP em comunicado. Esta medida decorreu ontem na apresentação do programa de acção para a promoção deste produto estratégico, uma iniciativa do Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e da Associação das Termas de Portugal (ATP).Com esta parceria, as duas regiões vão realizar acções promocionais conjuntas do Norte enquanto destino de Saúde e Bem-Estar, assim como "partilhar know-how e canais de distribuição e explorar economias de escala".

A curto-prazo estão também previstas outras acções como: a publicação do guia Porto e NorteTEM Saúde e Bem-Estar - uma compilação de toda a oferta actualmente existente, que será disponibilizada em todos os postos de turismo e em alguns locais estratégicos; a participação em eventos especializados como a Termatália ou o Aquameeting; e o lançamento, ainda este Verão, de uma campanha de divulgação do destino Porto e Norte de Portugal, na qual o Turismo de Saúde e Bem-Estar será um dos produtos em destaque.

A propósito, Melchior Moreira, presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal comentou que "a região reúne as condições para satisfazer as exigências do turista actual. A afirmação enquanto destino wellness só depende de uma correcta estruturação da oferta, de uma forte aposta na qualificação dos recursos humanos, da criação de redes de cooperação entre os diversos stakeholders e de uma eficaz política de comunicação e divulgação."

Publituris

quinta-feira, 9 de julho de 2009

MERCA - Apoios ao Comércio, Restauração e Serviços

A iniciativa MERCA, com o objectivo de regeneração e desenvolvimento urbano, dá apoios à inovação produtiva, requalificação e modernização dos estabelecimentos de comércio, serviços e restauração. Alerto que os concursos estão abertos desde 03 de Julho até 30 de Setembro.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

O Norte e o Turismo de Saúde e Bem Estar

O Norte tem todo o potencial para ser um destino de Saúde (I&D especializado, competências técnicas, termas em quantidade e diversidade, gastronomia mediterrânica, e o clima - apesar de ser um pouco mais húmido que o desejável).

Esta é uma boa aposta para a região. O Turismo de Saúde encontra-se em franco crescimento e permite criar sinergias com o cluster da Saúde que também se está a tentar implementar na região. Ao nível do Turismo, é um produto importante para complementar e reforçar a qualidade de outros, como o Enoturismo / Gastronomia ou o Golfe.

terça-feira, 7 de julho de 2009

Região Norte quer ser o primeiro destino wellness nacional

O Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) e a Associação das Termas de Portugal (ATP) vão apresentar no próximo dia 9 de Julho às 9h30, no Sheraton Porto Hotel & SPA, o programa de acção delineado para o desenvolvimento do produto Saúde e Bem-Estar naquela região.

O Turismo de Saúde e Bem-Estar é um dos produtos estratégicos e prioritários para a promoção turística daquele destino, que pretende afirmar-se com este programa como o primeiro destino wellness nacional.

Para além dos objectivos estratégicos e dos projectos que se pretendem implementar através deste programa de acção, serão ainda apresentados alguns casos de sucesso nacionais e internacionais na promoção do produto Saúde e Bem-Estar.

Entre os participantes desta sessão estarão Bernardo Trindade, secretário de Estado do Turismo, Melchior Moreira, Presidente do TPNP, Carlos Lage, presidente da CCDR-N e Teresa Vieira, presidente da ATP.

Opção Turismo

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Aeroporto Francisco Sá Carneiro cai 6,4% em Maio

Os aeroportos portugueses registaram durante Maio um decréscimo de 7,2% no tráfego de passageiros, relativamente ao período homólogo do ano passado. O correspondente a um declive de quase 167 mil passageiros. O aeroporto onde a queda de tráfego se fez mais sentir foi o Aeroporto de Faro, com menos 10,6%. Em Maio, pela Portela passaram menos 6,1% de passageiros, o equivalente a quase 1,2 milhões de passageiros. O Aeroporto Sá Carneiro desceu 6,4%, enquanto que o Aeroporto dos Açores registou a queda menos acentuada, com menos 2,6% de tráfego, quando comparado com 2008. Em termos acumulados, Lisboa recebeu desde o início do ano menos 5,1% de passageiros, enquanto Faro continua a bater records com uma queda de 11,3%. Nos resultados acumulados, o Aeroporto Sá Carneiro tem o desempenho menos mau, com uma queda de 4,3%. A queda total dos passageiros processados nos aeroportos da ANA, desde o início do ano foi de 6,2%, o que demonstra como Maio obteve resultados muito fracos. Ainda assim, comparando com os exemplos internacionais, o recuo dos aeroportos nacionais não foi o pior, pelo menos se olharmos para os aeroportos de Madrid (-12,2%), Londres Gatwick (-10,4%), Oslo (-11,5%), Praga (-19,5%), Estocolmo (-12,6%), Amesterdão (-9,6%) e Frankfurt de (-8,6%).

Publituris