sexta-feira, 31 de julho de 2009

Barco rabelo será estrela em França

O barco rabelo e o único estaleiro que ainda o constrói, em Gaia, estarão em destaque na cidade de Orleães em França, num festival de embarções fluviais. Há dois anos, a iniciativa juntou mais de 200 barcos e 500 mil pessoas.

A Socrenaval, empresa instalada há largas décadas junto ao cais de Gaia, foi a escolhida pelos organizadores para representar Portugal no Festival de Loire, que se realizará, entre os dias 23 e 27 de Setembro, em Orleães, cidade a cerca de 130 quilómetros de Paris. "Foi uma surpresa. No ano passado representantes da organização estiveram no estaleiro e manifestaram interesse na presença de um barco rabelo e do nosso estaleiro no festival", revelou António Sousa, sócio-gerente da empresa.

O barco será o das Caves Gran Cruz (empresa de capitais franceses), que será transportado por terra, e o estaleiro estará representado por três carpinteiros, que irão fazer uma espadela (leme do barco rabelo).

Dos diversos contactos estabelecidos pela organização, resultou, ainda, a assinatura de um protocolo entre as autarquias de Gaia e de Orleães e, por via dele, irá realizar-se uma mostra gastronómica . "Convidaram, igualmente, o Museu do Douro e a Região de Turismo do Porto.

Posteriormente, a empresa organizadora decidiu contactar outras câmaras e garantiu a presença de um moliceiro, da região de Aveiro, e de um barco do Tejo [do Seixal]", referiu António Sousa.
O Festival de Loire (que se realiza a cada dois anos) juntou, em 2007, mais de 200 barcos, numa frente de rio com cerca de 1,5 quilómetros, e atraiu cerca de meio milhão de visitantes.

Os barcos do festival vão oferecer um espectáculo permanente, com regatas, comboios de embarcações, transporte de animais e paradas, entre outras iniciativas.

Afirma a organização que a escolha de Portugal como país em destaque se ficou a dever aos "traços comuns entre a região de Loire e a história dos rios portugueses, nomeadamente o seu passado como eixos comerciais em especial com a ascensão do vinho do Porto e a classificação do Douro como património mundial da UNESCO [tal como o vale de Loire]".

A organização disponibiliza toda a informação no sítio http://www.festivaldeloire.com/.

Jornal de Notícias

Sem comentários: